Nossos Serviços

PALESTRAS

PRIMEIROS SOCORROS -  Como um componente do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), aparece a Palestra de Primeiros Socorros.

Os Primeiros Socorros ou socorro básico de urgência são as medidas iniciais e imediatas dedicadas à vítima, fora do ambiente hospitalar, executadas por qualquer pessoa, treinada, para garantir a vida, proporcionar bem-estar e evitar agravamento das lesões existentes.

Muitas pessoas que se deparam com alguém que acaba de ser vítima de algum acidente ou mal súbito, colocam-se prontamente numa posição de auxílio à vítima. No entanto, se tais auxiliadores não detiverem conhecimentos de Primeiros Socorros, sua ajuda pode causar mais problemas ao acidentado do que benefícios. Dessa forma, após a realização da palestra de Primeiros Socorros, o funcionário estará capacitado a acionar serviços médicos especializados, a isolar o local do acidente e a oferecer suporte básico à vida da vítima.

QUALIDADE DE VIDA - Como um componente do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), aparece a Palestra de Qualidade de Vida.

Empresas empregadoras preocupadas com a preservação da saúde/integridade física dos seus funcionários devem oferecer a Palestra de Qualidade de Vida. Com a correria do dia-a-dia, as pessoas ficam tão voltadas para tarefas externas que se esquecem de si mesmas e, às vezes, elas exigem do próprio corpo/mente mais do que estes podem suportar. A resposta do organismo para esse cansaço extremo é o estresse.

No entanto, a qualidade de vida no trabalho não está, apenas, relacionada ao clima organizacional. Da mesma forma em que o ambiente de trabalho interfere na vida e no bem-estar do colaborador, o seu comportamento e as influências externas que ele leva para o trabalho.

TABAGISMO - Os cigarros causam problemas físicos, pois contem mais de 4700 substâncias tóxicas, sendo 40 delas cancerígenas, o que aumenta o risco de câncer na: boca, pulmões, esôfago, estomago, rins, bexiga, colo do útero, etc. Fumar eleva o risco de rugas prematuras e de celulite, interfere na cicatrização de feridas, aumenta a pressão arterial, aumenta a freqüência cardíaca, reduz o colesterol bom (HDL), aumenta a acidez do estômago, e traz irritação e inflamação nos olhos, garganta e vias aéreas.

ALCOOLISMO - O alcoolismo traz um perigo constante de acidentes do trabalho, bem como traz prejuízos sociais, profissionais, financeiros e familiares. O uso em excesso de bebida alcoólica está relacionado a problemas de saúde como: inflamação crônica do fígado, hepatite alcoólica, cirrose, esofagite, gastrite, pancreatite, perda de memória, problemas de atenção, hipertensão arterial, taquicardia, coma alcoólico, etc.

DROGAS - O uso de drogas traz muitos problemas sociais, financeiros, familiares e profissionais. Além disso, gera graves problemas de saúde ao usuário: depressão, lesões cerebrais, gastrointestinais, na medula óssea, nos rins, no fígado, nos pulmões, arritmia cardíaca, hipertensão arterial, bronquite, câncer, etc.

HIPERTENSÃO E DIABETES - A hipertensão e a diabetes são doenças inter-relacionadas que, se não tratadas, aumentam o risco de doença vascular arterosclerótica (enfartes do miocárdio, acidentes vasculares cerebrais e doença dos membros inferiores). A hipertensão agrava ainda a microangiopatia, principalmente a nefropatia diabética, para a qual é um fator de risco maior. A hipertensão é duas vezes mais comum em diabéticos e aumenta com a idade. No momento do diagnóstico da diabetes, a hipertensão já existe em cerca de 40% dos doentes, o que sugere uma associação de mecanismos entre as duas: a obesidade e a resistência à insulina levam à hipertensão e esta agrava a intolerância à glicose.

DST/AIDS - Por algum tempo, as DST's deixaram de ser alvo de preocupação, pois com o surgimento dos antibióticos (principalmente a penicilina), o tratamento da maioria delas ficou bem mais fácil. Porém, nos últimos anos, a incidência dessas doenças voltou a crescer e elas se tornaram novamente motivo de preocupação.

O aparecimento da AIDS chamou a atenção da sociedade, e hoje, as DST's são consideradas pela Organização Mundial de Saúde um problema de saúde pública que atinge o mundo inteiro.

Visando uma maior conscientização dos funcionários de uma organização com relação às DST/AIDS, foi elaborada uma palestra esclarecedora sobre tal assunto. O objetivo principal da palestra é sensibilizar o trabalhador para uma vida sexual com menor risco, bem como acabar com os tabus envolvidos no tema. A palestra aborda os seguintes temas: tipos de DSTs (AIDS, Sífilis, HPV, Gonorréia, etc.); Sintomas; Formas de Contágio; Formas de Tratamento; e Formas de Prevenção.

Além da apresentação do conteúdo em forma de slides e filmes ilustrativos, as palestras possuem uma demonstração prática da maneira correta da colocação dos preservativos masculino e feminino.

CÂNCER DE MAMA - O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor. 

Há vários tipos de câncer de mama. Por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esses comportamentos distintos se devem a característica próprias de cada tumor. 

O câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos a cada ano. No Brasil, esse percentual é de 29%. 

 Pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com taxas de sucesso satisfatórias. 
Todas as mulheres, independentemente da idade, devem ser estimuladas a conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas.

 

CÂNCER DE PRÓSTATA - O Novembro Azul ainda não é uma data tão famosa quanto o Outubro Rosa, iniciativa que o antecede anualmente. A importância de promover a conscientização e romper estigmas a respeito das formas de prevenção, como o exame de toque retal – tema que ainda é tabu para o público masculino.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam que, no Brasil, um homem morre a cada 38 minutos por causa da doença.

É o segundo tipo de câncer que mais mata, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. 

O câncer de próstata pode ser vencido até com certa facilidade: quando descoberto em fase precoce, tem 90% de chances de ser curado.

Assim, o Novembro Azul serve como lembrete de que a saúde do homem deve ser uma preocupação constante – e também uma prioridade.

A ACMED conta com uma equipe de profissionais médicos que realiza a Palestra acima em sua própria sede, bem como pode deslocar os profissionais envolvidos até a empresa empregadora para realizar a palestra In loco (sob determinadas condições pré-acordadas).